Título de Especialista

Sobre a Comissão de Análise para Concessão de Título de Especialista

Resolução

É na Resolução CFP 13/07 que está instituída a Consolidação das Resoluções relativas ao Título Profissional de Especialista em Psicologia, e dispõe sobre normas e procedimentos para seu registro. O psicólogo poderá ter acesso antes de submeter seu pedido.

Essas Especialidades são profissionais

As especialidades regulamentadas são profissionais, isto quer dizer que são especialidades no campo do exercício profissional do psicólogo. Consideramos que temos um número efetivo de especialidades, mas foram regulamentadas as listadas abaixo, que se configuraram como mais definidas e consensuais.

A qualquer momento, sempre que sua produção teórica, técnica e institucionalização social assim as justifiquem,outras especialidades poderão ser regulamentadas, pelo CFP.

1. Psicólogo especialista em Psicologia Escolar/Educacional
2. Psicólogo especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho
3.Psicólogo especialista em Psicologia de Trânsito
4.Psicólogo especialista em Psicologia Jurídica
5.Psicólogo especialista em Psicologia do Esporte
6.Psicólogo especialista em Psicologia Clínica
7.Psicólogo especialista em Psicologia Hospitalar
8.Psicólogo especialista em Psicopedagogia
9.Psicólogo especialista em Psicomotricidade
10.Psicólogo especialista em Psicologia Social
11.Psicólogo especialista em Neuropsicologia

A Concessão

O registro profissional de especialista é fornecido pelo Conselho Regional no qual o psicólogo tem sua inscrição principal. Cabe, portanto, à plenária do CRP 13, a aprovação da concessão do título profissional de especialista.

Documentação e Procedimentos

Na hipótese de o CFP regulamentar nova especialidade, será facultada a obtenção do título por experiência comprovada ao psicólogo que se encontra inscrito no Conselho Regional de Psicologia por, pelo menos, 5 (cinco) anos, contínuos ou intermitentes, em pleno gozo de seus direitos, o qual deverá apresentar os documentos identificados na Resolução CFP 13/07, comprovando a experiência profissional na especialidade por igual período. No momento não há nenhuma especialidade que pode ser obtido o título desta forma.

Para habilitar-se ao Título de Especialista e obter o registro, o psicólogo deverá estar inscrito no Conselho Regional de Psicologia há pelo menos 02 (dois) anos e atender a um dos requisitos que se seguem:

* ter certificado ou diploma de conclusão de curso de especialização credenciado ao CFP;

* ter sido aprovado no exame teórico e prático, promovido pelo CFP, e comprovar prática profissional na área por mais de 2 (dois) anos.

O título de especialista em psicologia é uma referência sobre a qualificação do psicólogo, não se constituindo condição obrigatória para o exercício profissional.

Realização de curso de especialização credenciado pelo CFP

Para efetivar o credenciamento do curso, como estava previsto em Resolução, o Conselho Federal de Psicologia firmou convênio com a Associação Brasileira de Ensino de Psicologia – ABEP, a qual ficou responsável pela análise das solicitações das instituições que queiram credenciar seus cursos. As solicitações devem ser remetidas diretamente ao CFP.

O CFP credenciou alguns cursos e outros já solicitaram credenciamento. Acesse o site www.cfp.org.br e consulte a tabela de Cursos Credenciados pelo CFP.

Destacamos ainda:

> Poderão ser registrados até dois títulos profissionais de especialidade;
> É possível o cancelamento do título, ou substituição por outro, a qualquer tempo;
> Não há obrigação de solicitar o título de especialista. É um direito que você tem.

Coordenação: Iany Cavalcanti da Silva Barros